Full Biography - Short Biography - Portuguese Biography

Saxofonista, Etnomusicólogo, Produtor, Compositor, Empreendedor Social

O Multi-premiado MOREIRA CHONGUIÇA é um célebre músico de jazz que nasceu e vive actualmente em Moçambique.


ESTUDOS SUPERIORES

Moreira frequentou a Universidade do Cabo na África do Sul para continuar os seus estudos em música, onde se graduou no Colégio Sul Africano de Música com uma licenciatura em performance de jazz e uma licenciatura em Etnomusicologia (cum laude) em 2000.


ÁLBUNS LANÇADOS


  1. MP: Reloaded (2013)


Este álbum é um remix de 9 músicas de The Moreira Project Vol 1: The Journey e The Moreira Project Vol 2: Citizen of the World. As fotos foram tiradas pelo célebre artista Zwelethu Mthethwa. Tendo actuado com vários DJ’s na África do Sul, Moreira Chonguiça estava interessado em ver o resultado da junção de beats e a sua música jazz. O álbum foi misturado no Paris Studios por Paris Zannos e Moreira Chonguiça e masterizado no Milestone Studios por Murray Anderson.


  1. Khanimambo – Moreira Chonguiça homenageia Lendas de Moçambique Vol 1 (2011)


Este álbum é uma mistura de sons tradicionais Moçambicanos, rock, baladas e jazz, com depoimentos insólitos dos artistas entre a maioria das faixas. Os dez artistas que participam neste álbum são provenientes de diferentes regiões de Moçambique. Uma vez mais todos os retratos tirados aos artistas foram feitos por Capetonian, Zwelethu Mthethwa. Cada artista canta na sua língua materna fornecendo uma introdução sobre ele próprio no início da música. Os instrumentistas são todos de Cape Town, África do Sul. Moreira re-arranjou todas as músicas pessoalmente e toca/participa em várias.

O álbum foi misturado no Paris Studios por Paris Zannos e Moreira Chonguiça e, masterizado no Milestone Studios por Murray Anderson


Este álbum foi nomeado para duas categorias do SOUTH AFRICAN MUSIC AWARDS nomeadamente BEST ENGINEER (melhor engenheiro) e BEST AFRICAN ADULT ALBUM (melhor álbum africano de adultos).


O álbum foi produzido apenas por Moreira e homenageia os músicos moçambicanos que participam nele.


  1. The Moreira Project: Vol 2 – Citizen of the World (2009)


Moreira é um investigador prolífico e fascinado por música tradicional de diferentes partes do mundo. Alguns exemplos das amostras que ele recolheu podem ser encontrados no seu mais recente álbum THE MOREIRA PROJECT: VOL 2 CITIZEN OF THE WORLD que foi lançado em Outubro de 2008. O álbum junta alguns dos melhores talentos da indústria que contribuíram e adicionaram os seus sons únicos e paixão para criar um produto excepcional. Fazem parte o Lion of Africa - Manu Dibango, o artista de top do smooth jazz Americano, Najee, o artista promissor de hip hop, Simba; e o bem conhecido vocalista moçambicano/sul africano, Jaco Maria.


Todas as fotos no folheto do álbum foram tiradas pelo famoso artista e fotógrafo, Zwelethu Mthethwa.


O álbum foi misturado na Cidade do Cabo e masterizado por Phillipe Brun em Paris, França.


Em 2009 este álbum foi nomeado para três categorias do South African Music Awards nomeadamente Best Contemporary Jazz (melhor jazz contemporâneo), Best Producer (melhor produtor) e Best Album Packaging (melhor capa de álbum) e foi premiado BEST CONTEMPORARY JAZZ (melhor jazz contemporâneo) e BEST ALBUM PACKAGING (melhor capa de álbum).


  1. The Moreira Project: Vol 1 – The Journey (2006)


Álbum de estréia de Moreira Chonguiça, THE MOREIRA PROJECT: Vol 1 – The Journey foi lançado em Janeiro de 2006 e recebido com grande aclamação por parte da indústria musical bem como da imprensa quer a nível local quer a nível internacional. O álbum não só expressa a sua habilidade fenomenal de compor músicas e de performances energéticas como também o seu maior intento pessoal de garantir o apoio e o talento da lenda internacional de jazz, NAJEE, em várias composições.


O álbum é especializado numa fusão de jazz contemporâneo africano e foi gravado sob chancela da gravadora independente de Moreira, MoreStar Entertainment (Pty) Ltd. Produzido por Mark Fransman e Moreira, o álbum criou um novo despertar nos amantes do jazz bem como seduziu/capturou um nicho de “novos ouvintes”.


Em 2007, THE MOREIRA PROJECT: Vol 1- The Journey foi nomeado para três categorias no SOUTH AFRICA MUSIC AWARDS nomeadamente BEST INSTRUMENTAL ALBUM (melhor álbum instrumental), BEST CONTEMPORARY JAZZ ALBUM (melhor álbum de jazz contemporâneo) e BEST PRODUCER (melhor produtor) para MOREIRA CHONGUIÇA e co-produtor MARK FRANSMAN.


O álbum venceu o prémio de BEST PRODUCER. Foi uma honra tratando-se de um álbum de estréia produzido por uma gravadora independente.


TRABALHO COMUNITÁRIO/RESPONSABILIDADE SOCIAL/ PARCERIAS


Moreira não é apenas um artista consumado, ele está bastante envolvido na promoção da educação. Quando o seu primeiro álbum foi lançado na sua cidade natal, Maputo, Moreira doou 10.000,00 Randes para iniciar uma campanha de reabilitação da Escola Nacional de Música, escola que frequentou na sua infância. Quando está em Maputo, Moreira procura passar parte do tempo na Escola fazendo workshops e integrando crianças em suas apresentações corporativas em public. Como Patrono, Moreira vê o seu papel como um facilitador, a título de exemplo, ele organizu um programa de extensão em Cahora Bassa,Tete, onde a directora da Escola esteve envolvida. Por dois anos consecutivos, 2012 e 2013, Moreira foi convidado a ser Padrinho do Baile de Finalistas de uma das maiores escolas secundárias em Maputo, Josina Machel. Geralmente, esta indicação é para figuras ligadas à política por isso foi uma honra para Moreira, como músico.


Ele está envolvido há vários anos com a Agência das Nações Unidas para o HIV/SIDA em Maputo e escreveu/compôs uma música para o Dia Mundial do Sida em 2009 que foi tocada para o Presidente da República de Moçambique, Armando Guebuza, e na abertura oficial do All African Games em Setembro de 2011. Em 2010, com a assistência de uma equipa de filmagem brasileira, produziu o vídeo de uma música. Em 2012, Moreira juntamente com a agência da John Hopkins University em Moçambique, como Patrono do projecto designado SensaSons, apelou/convidou os estudantes a escreverem poesia e prosa sobre HIV/Sida. Os autores das 10 melhores letras foram atribuídos à cada um pelo BCI uma pequena biblioteca, bem como tiveram as suas letras transformadas em músicas por artistas escolhidos por Moreira. Teve lugar um concerto com todos os vencedores/autores das letras e os artistas envolvidos em Março de 2013. As músicas foram lançadas em CD em 2014.


Moreira está também envolvido num programa de música com a Cadeia Central de Maputo onde ele encoraja os reclusos a usarem a música como um veículo para a sua reabilitação.


Um outro projecto seu é o trabalho desenvolvido com o Ministério da Defesa num programa de música com a Banda Militar.


O mais recente projecto de Moreira é a fundação do MOREJAZZ BIG BAND, que integra 20 crianças/adolescentes e jovens da Escola de Música em que lhes ensina as bases para a apresentação em concerto num cenário de big band. As primeiras apresentações públicas do MOREJAZZ BIG BAND foram nos actos de abertura do MOREJAZZ SERIES.


REALIZAÇÕES COMO PRODUTOR


Para além de produzir os seus próprios álbuns The Moreira Project: “Vol 1 – The Journey”, “Vol 2 – Citizen of the World”, “Khanimambo”, e o seu mais recente álbum MP Reloaded, Moreira também produziu para duas cantoras africanas do topo nomeadamente AFRIKKANITHA (de Angola) – “Ainda Sonho“ (2 músicas) e SIMPHIWE DANA (África do Sul) – “Kulture Noir” (3 músicas).


ÊXITOS ADICIONAIS


Em 2000, Moreira foi escolhido pela cidade de Chicago para fazer parte do programa Intercâmbio Cultural coordenado por Ernest Dawkins e por alguns músicos sul africanos.


Em 2002, Moreira foi vice-campeão na Competição anual Adcock Ingram Jazz realizada pela UCT (Universidade da Cidade do Cabo). 

Em Setembro de 2009, Moreira foi convidado a tocar no Rio de Janeiro, sendo o único africano no espectáculo em memória do maestro brasileiro Sílvio Barbarto que, em Maio daquele ano, morrera tragicamente no avião da Air France que se despenhou no Atlântico. Desde então, Moreira fez várias viagens ao Rio e Brasília para vários eventos e concertos, e recentemente dirigiu um master class na Universidade de Brasília. 


Em Dezembro de 2009, o Moreira fez parte da Lista dos Melhores de 2009 publicada pelo Jornal Notícias de Moçambique, juntamente com o Presidente da República Armando Guebuza e os Mambas (Selecção Nacional de Futebol).


Moreira foi eleito Personalidade Cultural de 2009 pela Rádio Moçambique.


Em Novembro de 2010, Moreira foi convidado a assistir em Addis Abeba, Etiópia, à conferência inaugural de Network de Líderes Africanos, como membro fundador ao lado de grandes líderes empresariais e financeiros do continente africano.


Em Novembro de 2012, Moreira foi convidado a participar a 5a Conferência de Entretenimento e Educação em Nova Deli para apresentar o seu novo projecto “SensaSons” onde é patrono juntamente com a John Hopkins University. Este projecto tem como objectivo consciencializar a juventude convidando-os a escrever sobre si e suas perspectivas sobre o HIV/SIDA através de poesia e prosa, que foram transformadas em música.


Julho de 2012 – Moreira foi indicado como membro do Comité de Aconselhamento em Artes e Cultura no Ministério da Cultura.


2013 – Moreira foi atribuído o Selo Orgulho Moçambicano.MADE IN MOZAMBIQUE – o primeiro indivíduo a ter esta atribuição.


2013/2014 – Moreira participou em várias conferências mundiais quer como músico quer como simples participante.


2014 – Moreira foi eleito Personalidade Cultural do Ano pelos jornalistas do “Jornal Notícias”, o maior e mais abrangente jornal diário de Moçambique.


2015 – Moreira foi premiado com o estatuto SUPERBRAND – o primeiro indivíduo em Moçambique a ter tal premiação.

\

FESTIVAIS 


Desde 2005, Moreira Chonguiça lidera a sua própria banda THE MOREIRA PROJECT que actuou na maioria de festivais de topo da África Austral nomeadamente:

  • Concerto do Dia da Reconciliação: 2005

  • Cape Town Jazzathon 2006

  • Concertos de Verão em Kirstenbosch 2006

  • Cape Town International Jazz Festival 2006

  • Festival African Renaissance 2006

  • Concerto de tributo à Gito Baloyi, Matola 2006

  • Cape Town International 2007 como convidado especial de Omar Sosa

  • Grahamstown Jazz Festival 2007

  • Joy of Jazz 2007

  • Arts Alive Festival 2007 como parte de Omar Sosa’s Black Team

  • Festival African Renaissance 2006 & 2007

  • Obz Festival 2007 & 2008

  • Cape Town International 2008 como convidado especial do artista de Najee

  • Festival Inaugural de Jazz Moçambicano 2008

  • Festival de Jazz Old Mutual Encounters em Windhoek 2008

  • Sauti za Busara Festival in Zanzibar - Fevereiro de 2009

  • Cape Town Festival em Março de 2009

  • Festival de Jazz Moçambicano Abril de 2009

  • Festival International de Música Moçambicana - Abril, 2009

  • Festival de jazz Itália/Moçambique – Outubro 2009

  • HIFA (Harare International Festival of the Arts) – Abril 2010

  • Festival de Jazz de Grahamstown – Junho 2010

  • Fan Park, Cape Town – Junho 2010

  • Concerto Reloaded, Maputo – Julho 2010

  • Festival Ubuntu, Cape Town – Julho 2010

  • Rocking the Daisies, Cape Town – Outubro 2010

  • Jazz and Blues Festival, Guaramiranga e Fortaleza, Brasil – Março 2011

  • Festival de Cape Town – Março 2011

  • Festival de Jazz de Luanda – Julho 2011

  • All Africa Games – September 2011

  • Festival Internacional de Jazz de Cape Town – Março 2012

  • MoreJazz Series 1 com Najee – Abril 2012

  • Morejazz Series 2 com Manu Dibango e sua banda – Agosto 2012

  • Concerto Freedom Day – Cape Town – Abril 2013

  • Morejazz Series 3 com Jonathan Butler – Agosto 2013

  • MoreJazz Series 3 – Hugh Masekela – Setembro 2013

  • Morejazz Series 4 – com Angelique Kidjo – Agosto 2014

  • Cotai Jazz and Blues Festival - Macau – Outubro 2014

  • Kennedy Centre, Washington DC – Março 2015

  • Back2Black, Rio de Janeiro – Março 2015

  • 40o aniversário das celebrações da independêcia de Moçambique – Lisboa, Portugal – Junho/Julho 2015

  • 40o aniversário das celebrações da independêcia de Moçambique – Londres, UK – Julho 2015


Para além disto, adicionam-se os vários eventos empresariais, governamentais e particulares. A banda de Moreira integra os melhores músicos jovens de jazz da África do Sul e da região austral. 
Moreira reestrutura a sua banda dependendo da ocasião e do tipo de evento.
Este músico descolado, hip, que faz acontecer e que é também um prolífico investigador é um centro de energia e paixão que se revela em qualquer ocasião ou acontecimento em que ele toque o seu saxofone. 


PUBLICIDADE


  • Participou na última publicidade para a Laurentina Premium produzida pela Ogilvy, Moçambique para as Cervejas de Moçambique (2008)

  • Campanha impressa e de outdoor para Roaming da Vodacom produzida pela Golo, Moçambique (2010)

  • Imagem da nova campanha do BCI 2011 – “Eu Sou Daqui” (2011)

  • Participação no novo vídeo da Vodacom para o verão (2011) pela Golo Moçambique.

  • Participação na última campanha de Roaming da Vodacom (2012)

  • Inúmeras campanhas do BCI (2013/2014/2015)

  • Embaixador da Marca Jeep Moçambique 2015


COMPOSITOR


Moreira compôs músicas para vários documentários que podem ser vistos no seu website.


Para mais informações, contacte LESLEY na MORESTAR ENTERTAINMENT

pelo +27 21 4384239 or info@moreiramusic.com


www.moreiramusic.com

www.facebook.com/moreirachonguicamusic

www.youtube.com/user/morestarmusic

www.twitter.com/moreiraproject

www.soundcloud.com/moreirachonguica


Junho 2015


Press Photographs
To save: Right click on the thumbnail and select "Save Target As" from the popup menu.

Available in High Resolution format, please contact info@moreiramusic.com